O QUE É ÓLEO DE CÂNHAMO?

É frequente os clientes confundirem óleo CBD e óleo de semente de cânhamo, e outros têm a impressão que são a mesma coisa. Apesar de derivarem da mesma planta, há uma grande diferença entre os dois produtos.

Descubra as principais características do óleo CBD e de semente de cânhamo abaixo. Aprenderá o que os torna únicos, como funcionam no corpo e como são produzidos.

O que é o óleo de cânhamo?

O óleo de cânhamo, mais corretamente conhecido como óleo de semente de cânhamo, é extraído das sementes da planta de cânhamo.

Estes pequenos pacotes de DNA contêm altos níveis de nutrientes[1] que são condensados e refinados no processo de produção do óleo de cânhamo. Rotulada como um super-alimento vegetal muito nutritivo, a semente de cânhamo contém quantidades impressionantes de gorduras saudáveis, proteínas e minerais vitais.

Embora o óleo destas sementes não contenha canabinoides, é, ainda assim, uma adição saudável para qualquer dieta.

O óleo CBD e o óleo de cânhamo são a mesma coisa?

A resposta curta é: não.

É verdade que o óleo CBD e de semente de cânhamo são ambos produtos da planta canábis - especificamente, uma estirpe selecionada, com baixo nível de THC, conhecida como cânhamo industrial.

Porém, eles derivam de diferentes partes da sua anatomia. O CBD é derivado primariamente das flores da planta de cânhamo, enquanto o óleo de cânhamo é feito a partir das sementes.

 

Como um canabinoide, o CBD produz efeitos distintos no corpo humano interagindo com o sistema endocanabinoide, entre outros alvos moleculares.

Por outro lado, as sementes de cânhamo não contêm canabinoides; portanto, o óleo de cânhamo não produz os mesmos efeitos fisiológicos. Em vez disso, o óleo de semente de cânhamo contém grandes quantidades de nutrientes benéficos, incluindo ácidos gordos.

Vamos aprofundar as diferenças entre estes dois óleos baseados no cânhamo.

Produção do óleo de cânhamo

As sementes de cânhamo são protegidas por uma casca dura exterior. Dentro estão duas folhas cotilédones prematuras, uma radícula e um endosperma.

Os produtores obtêm o óleo destas sementes ao comprimi-las com equipamentos especializados. As sementes de cânhamo devem ser comprimidas de forma correta para preservar as qualidades do óleo. O calor em excesso pode oxidar e degradar as gorduras saudáveis, reduzindo o valor nutricional do produto final.

Por essa razão, as sementes de cânhamo são geralmente comprimidas a frio para proteger o seu perfil nutricional.

Os técnicos colocam as sementes de cânhamo numa prensa a frio que usa a pressão hidráulica para espremer gentilmente as sementes, enviando o óleo através de um tubo e separando a fibra e o material descartável. As máquinas de compressão a frio nunca ultrapassam a temperatura de 49°C. Após a prensa, os produtores colocam o óleo das sementes de cânhamo em frascos - com os seus aminoácidos e gorduras saudáveis ainda intactos.

Ingredientes do óleo de cânhamo

O óleo de semente de cânhamo contém essencialmente um ingrediente: óleo de semente de cânhamo!

Os produtos de alta qualidade não possuem conservantes ou contaminantes, e permanecem estáveis até meio ano após terem sido abertos.

Vantagens do óleo de cânhamo

Embora cada frasco de óleo de semente de cânhamo contenha um único ingrediente, o óleo em si possui uma longa lista de moléculas benéficas. O óleo de semente de cânhamo é uma alternativa nutricionalmente densa à manteiga, azeite e óleo de coco quando o assunto é cozinhar, assar e até mesmo o uso cosmético.

Alguns dos muitos nutrientes presentes no óleo de semente de cânhamo incluem:

• Ácidos gordos Omega-3
• Ácidos gordos Omega-6
• Ácido gama-linolênico
• Vitamina E
• Fósforo
• Potássio
• Sódio
• Cálcio
• Ferro
• Zinco